Vamos (Andiamo)

Italian

Andiamo

Se la terra ha il sapore di terra
E l’aria ha il sapore di fumo
Se il mattino ha il sapore un po’ amaro
Ma i pensieri hanno il loro profumo
Se un muro ha l’odore di limite
Se chi rischia sa un po’ di coraggio
Chi ci pensa ha già perso in partenza
E chi mente ha un discreto vantaggio
Se i miei piedi hanno dentro una strada
E le mani una grande invenzione
Se la noia ha il sapore di eterno
Di che sa l’immaginazione
Se non hai più cose non hai più cose da fare.
 
Il cinismo è praticato quanto il culturismo
Mi chiedi ancora dove andiamo
 
Andiamo, andiamo
Ti porterò lontano
In questa lunga notte amore prendi la mia mano
E andiamo, andiamo
Ma non dimentichiamo
Che ogni ferita serve
A ricordarci solamente che viviamo.
 
Se i tuoi passi sfiorano mine
E le gambe non tornano indietro
Se la storia ha un bel lieto fine
Ma la osservi da dietro a un vetro
Se non hai più cose, non hai più cose da fare
Se non hai più cose, non hai più cose da dire.
 
L’uguaglianza ha perso i conti con la circostanza
Mi chiedi ancora dove andiamo
 
Andiamo, andiamo
Ti porterò lontano
In questa lunga notte amore prendi la mia mano
E andiamo, andiamo
Ma non dimentichiamo
Che ogni ferita serve
A ricordarci solamente che viviamo
Che viviamo.
 
Andiamo, andiamo
Ti porterò lontano
In questa lunga notte amore prendi la mia mano
E andiamo, andiamo
Ma non dimentichiamo
Che ogni ferita serve
A ricordarci solamente che viviamo.
 
Andiamo
Ti porterò lontano
In questa lunga notte amore prendi la mia mano
E andiamo, andiamo
Ma non dimentichiamo
Che ogni ferita serve
A ricordarci solamente che viviamo
Che viviamo
Che viviamo
Che viviamo.
 
Submitted by ItaSubs on Sun, 12/03/2017 - 01:12
Last edited by Alma Barroca on Sun, 21/05/2017 - 22:21
videoem: 
Align paragraphs
Portuguese translation

Vamos

Se a terra tem o sabor de terra
E o ar tem o sabor de fumaça
Se a manhã tem o sabor um pouco amargo
Mas os pensamentos tem seus próprios perfumes
Se um muro tem o cheiro de um limite
Se quem arrisca sente um pouco de coragem
Quem pensa nisso já perdeu
E quem mente tem uma vantagem discreta
Se os meus pés tem uma rua por dentro
E as minhas mãos tem uma grande invenção
Se o tédio cheira a eternidade
Qual o cheiro da imaginação
Se você não tem mais o que, se você não tem mais o que fazer
 
O cinismo é praticado tanto quanto o fisiculturismo
Você me pergunta de novo para onde estamos indo
 
E vamos, vamos
Te levarei longe
Nessa longa noite, amor, pegue a minha mão
E vamos, vamos
Mas não esquecemos
Que cada ferida é útil
Para nos lembrar unicamente que vivemos
 
Se os seus passos tocam os meus
E as pernas não voltam atrás
Se a história tem um belo final feliz
Mas você a observa detrás de um vidro
Se você não tem mais o que, se você não tem mais o que fazer
Se você não tem mais o que, se você não tem mais o que fazer
 
A semelhança foi derrotada pela circunstância
Você me pergunta de novo para onde estamos indo
 
E vamos, vamos
Te levarei longe
Nessa longa noite, amor, pegue a minha mão
E vamos, vamos
Mas não esquecemos
Que cada ferida é útil
Para nos lembrar unicamente que vivemos
Que vivemos
 
E vamos, vamos
Te levarei longe
Nessa longa noite, amor, pegue a minha mão
E vamos, vamos
Mas não esquecemos
Que cada ferida é útil
Para nos lembrar unicamente que vivemos
 
E vamos, vamos
Te levarei longe
Nessa longa noite, amor, pegue a minha mão
E vamos, vamos
Mas não esquecemos
Que cada ferida é útil
Para nos lembrar unicamente que vivemos
Que vivemos
Que vivemos
Que vivemos
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Sun, 21/05/2017 - 22:42
More translations of "Andiamo"
Italian → Portuguese - Alma Barroca
Comments